Catarata

Catarata é a opacificação do cristalino, a lente natural do olho. Existe uma grande confusão entre catarata e pterígio; aquela “carne vermelha” no canto dos olhos chama-se pterígio, e não catarata. A catarata é dentro do olho, e na maioria das vezes, imperceptível aos olhos sem aparelhagem adequada. Quando ela chega a ser vista a olho nu, significa que está avançada, muito madura. Somente um exame oftalmológico poderá detectar a catarata em seus diversos estágios. Outra confusão comum é achar que catarata só aparece em pessoas de idade, quando na verdade há crianças que já nascem com ela.

O tratamento da catarata é cirúrgico e deverá ser retirado o cristalino opacificado para que seja implantada uma lente artificial em seu lugar. Esse cristalino artificial chama-se: lente intraocular. Certamente o advento da lente intraocular permitiu a visão nítida com o uso de óculos mais finos e muitas vezes, até sem a necessidade destes.

  1. Há duas formas de cataratas que merecem menção: as nucleares a as subcapsulares posteriores. As nucleares fazem com que a visão seja reduzida gradativamente e mais lentamente, como se a pessoa enxergasse através de uma neblina, ou de um vidro sujo. As imagens tornam-se mais amareladas. A visão de longe é mais prejudicada do que a de perto, e muitas vezes a visão de perto até melhora com o aparecimento da catarata. Para manter uma boa visão de perto nestes casos, requer-se o uso da lente intraocular para longe e perto (Bifocal ou Trifocal).Nas cataratas subcapsulares posteriores, a redução da visão geralmente é mais rápida. Na presença de uma luz forte, como o sol, por exemplo, a visão fica muito reduzida. As pessoas com catarata subcapsular, se expostas ao sol, têm a visão muito prejudicada. Sentem-se melhor em ambientes de baixa luminosidade.

Tratamentos

 

  1. Existem formas diferentes de tratamento. Cada caso deve ser avaliado, e opta-se pelo melhor, conforme cada paciente e o tipo da catarata. Após a cirurgia de catarata, grande parte dos pacientes poderá precisar de aplicação a laser dentro de um prazo variável (capsulotomia).Esse procedimento faz-se necessário para abrir a cápsula que fica atrás da lente intraocular e serve de suporte a ela. Isso ocorre porque essa cápsula poderá ficar opacificada com o tempo, impedindo uma boa visão. A aplicação a Laser é um procedimento rápido, seguro e indolor.